Veja como funciona a fornalha de gás quente para secagem de grãos

2 set, 2020 | Secagem de grãos | 0 Comentários

Para a conservação de muitos produtos agrícolas logo após a colheita, a secagem de grãos se configura como uma operação imprescindível, pois permite a garantia de maior preservação do produto final.

Para essa secagem de grãos, algumas estratégias podem ser adotadas. Essas estratégias podem ser naturais e artificiais. A secagem artificial tem como representante principal a fornalha de gás quente.

A fornalha de gás quente é um dispositivo projetado para assegurar a queima completa do combustível, de uma forma mais eficiente e contínua, em condições que permitam o aproveitamento da energia térmica liberada da combustão, obtendo-se o maior rendimento térmico possível.

Mas você sabe o que é e como funciona uma fornalha de gás quente? E quais são suas características principais? Continue acompanhando nosso texto e descubra.

O que é uma fornalha de gás quente?

Também conhecidos como gerador de gás quente ou queimador de cavaco, a fornalha de gás quente é um dispositivo acessório de caldeiras e secadores de grãos responsável por assegurar a pulverização e a mistura do combustível com o ar.

Pode-se dizer que a fornalha de gás quente é um equipamento utilizado para a produção de gases à altas temperaturas que se dá por meio da combustão de variados tipos de combustíveis, tendo nas diferentes formas de biomassa seus representantes principais.

As fornalhas representam uma ótima opção para as agroindústrias que precisam realizar a secagem de grãos, mas que querem também priorizar a máxima eficiência energética neste processo.

Há dois tipos de fornalhas:

Fornalha com aquecimento direto: neste tipo de fornalha, a energia térmica proveniente dos gases resultantes da combustão e misturada com o ar ambiente é utilizada diretamente na secagem de grãos.

Fornalha com aquecimento indireto: nestas fornalhas, a energia térmica dos gases provenientes da combustão é encaminhada a um trocador de calor, que tem a finalidade de aquecer, indiretamente, o ar de secagem.

Princípio de funcionamento das fornalhas de gás quente

O conhecimento do princípio de funcionamento de fornalhas de gás quente e a correta operação delas são condições imprescindíveis para o uso racional da energia na secagem de grãos em geral.

O projeto de uma eficiente fornalha deve se basear nos 3 T’s da combustão, que são: temperatura, turbulência e tempo.

Assim, para que ocorra a combustão completa do combustível, deve-se buscar uma mistura ar-combustível que seja homogênea, na dosagem ideal e no tempo correto. Com isso, obtém-se aquecimento do combustível até a sua ignição autossustentável.

Comumente, as fornalhas destinadas à queima de combustíveis sólidos não pulverizados, como a lenha ou cavaco, possuem os itens descritos a seguir:

  • Depósito de combustível;
  • Câmara de combustão – Espaço destinado ao processo de combustão propriamente dito, onde todos os compostos combustíveis devem ser oxidados, liberando energia térmica;
  • Grelha – Estrutura que mantém o combustível sólido em movimento durante o processo de combustão, enquanto o ar comburente circula por sua superfície;
  • Cinzeiro – Depósito localizado abaixo da grelha e destinado ao armazenamento dos resíduos da combustão;
  • Entradas de ar – entradas reguláveis que são responsáveis pela passagem do ar comburente para o interior da fornalha;
  • Saídas dos gases – são aberturas destinadas à saída dos gases resultantes da combustão e do excesso de ar comburente e que podem ser utilizados como fonte de energia térmica para diversas finalidades, como a secagem de grãos.

Fornalha de gás quente para secagem de grãos Hércules: qualidade e eficiência

A Imtab – Indústrias de geradores de calor oferece aos seus clientes uma das fornalhas de gás quente mais eficiente e com excelente qualidade construtiva do mercado, conhecida como Fornalha de Gás Quente Hércules.

Essa fornalha permite a secagem de grãos com bastante eficiência, sendo por isso ideal para a agroindústria.

Entre as vantagens deste equipamento temos:

  • Sua grelha móvel permite a queima de combustíveis com boa eficiência, mesmo que eles tenham alto teor de umidade;
  • O volume adequado da fornalha proporciona baixa velocidade dos gases, diminuindo significativamente o material particulado para o processo;
  • Apresenta câmara de reversão inclinada. Isso evita o acúmulo de resíduos sobre o arco;
  • Construída sobre chassis metálico, evitando obras civis mais onerosas;
  • Grelhado móvel suspenso com menor índice de manutenção.

Além dessas vantagens, a fornalha de gás quente para secagem de grãos da Imtab apresenta capacidade de geração de vapor de 300.000 kcal/h a 30.000.000 kcal/h em uma temperatura que pode variar de 50°C a 450°C.

Dessa forma, uma boa fornalha de gás quente será de grande valia para agroindústrias que precisam realizar a secagem de grãos, pois garantem a eficiência e economia de combustível desejados.

Quer saber mais? Então acesse nosso site conheça a fornalha de gás quente Hércules, que tem a garantia de qualidade Imtab.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

11 + 10 =

Saiba mais sobre o aquecedor de fluido térmico com aquecimento direto e indireto

Fluidos térmicos são compostos utilizados em inúmeras etapas e processos dentro da indústria. Eles podem ser fabricados de diversos tipos de materiais, dependendo da finalidade de uso. Mas, para que os fluidos atinjam a temperatura desejada, o aquecedor de fluido...

Principais vantagens do aquecedor de fluido térmico que você deve conhecer

O aquecedor é apenas uma parte de um circuito fechado de um sistema de fluido térmico. Neste sistema, um fluido específico (óleo) recebe energia térmica em um aquecedor e consequentemente tem sua temperatura elevada. Esse fluido é bombeado para os pontos de...

Entenda a aplicação da fornalha na torrefação do café

O Brasil é mundialmente conhecido como o maior produtor mundial de café. A produção cafeeira no ano de 2020 foi estimada em 63,08 milhões de sacas colhidas, segundo dados da CONAB. Além disso, temos cerca de 1,5 mil empresas atuam na torrefação do café brasileiro,...

Aquecedor de fluido térmico: Entenda para que serve esse equipamento

Amplamente utilizado em processos industriais que requerem alta temperatura, o aquecedor de fluido térmico é um equipamento que ganha cada vez mais notoriedade em muitas indústrias. Basicamente, este equipamento é o coração de um sistema de aquecimento de fluido...

Substituição de gás natural por biomassa: Entenda porque fazer

Muitas empresas já optaram por realizar a substituição da matriz energética, deixando o gás natural para o lado e começando a fazer uso da biomassa na sua geração energética.  Mas quais são essas razões? Por que a empresa deve optar pela biomassa em substituição ao...

Por que a secagem de areia com fornalha a biomassa é uma ótima opção?

A areia é um elemento fundamental na construção civil, usada do início ao fim da grande maioria das obras. A areia nada mais é do que a parte miúda, resultante da deterioração de rochas causada por processos naturais ou por meio de processos mecanizados. Porém, para...

Entenda como funciona um secador de erva-mate

A erva-mate é uma tradição milenar, sendo consumida por muitos povos indígenas, mesmo antes da chegada dos europeus às Américas. Mas, diferentemente dos nossos ancestrais, o setor ervateiro evoluiu muito diante da alta competitividade, principalmente com o...

Saiba tudo sobre o processo de secagem de tijolos na indústria cerâmica

Na indústria cerâmica, a secagem representa uma das etapas mais importantes para melhorar a qualidade final dos produtos. Essa medida, quando realizada de forma eficiente, assertiva e com equipamentos certos, pode se transformar em um importante diferencial...

Entenda sobre o processo de secagem de fertilizantes organominerais

Não é novidade que a agricultura representa uma das bases mais importantes da economia brasileira e isso já vem de décadas de muito trabalho e avanços, que culminam em aumento da produtividade agrícola, que tiveram nos fertilizantes organominerais um dos atores...

Sapeco da erva-mate: Conheça as formas mais eficientes

O consumo de erva-mate tem uma tradição milenar. Mas, os setores produtivos dentro do setor ervateiro se desenvolveram ao longo dos séculos, tanto que hoje o processo de pré-secagem, também conhecido como sapeco da erva mate, evoluiu muito. O sapeco da erva-mate deve...

Acompanhe-nos nas redes sociais!