Saiba mais sobre a fornalha com sistema defagulhador e redemunhador

30 out, 2020 | Fornalha | 0 Comentários

Para a conservação de muitos produtos após a colheita, a secagem é uma operação imprescindível. Ela ocorre a partir do aquecimento do ar utilizado nas operações de secagem que provém da energia térmica produzida pela queima de biomassa que ocorre em uma fornalha grelha móvel.

Porém, a queima da biomassa pela fornalha costuma gerar algumas partículas que, quando não filtradas corretamente, podem ocorrer contaminação no produto ou até incêndio no sistema de secagem elevando custos.

Para evitar essas perdas, faz-se uso de dois equipamentos acessórios bastante utilizados em fornalhas: defagulhador e o redemunhador. Esse sistema é colocado exatamente após a fornalha sendo responsável pela decantação e filtragem das partículas e filtragem dos gases entregues aos secadores, bem como mistura do ar nos gases para diminuição da temperatura.

Saiba como funciona a fornalha com sistema defagulhador e redemunhador e veja a importância desse sistema acessório na obtenção de uma produção de gases de melhor qualidade.

 

O que é um defagulhador e um redemunhador associados à fornalha?

Defagulhador e Redemunhadores são equipamentos complementares da fornalha, instalados exatamente após a parte destinada à queima da biomassa para formação dos gases quentes.

A função central deles é fazer a retirada das partículas, oferecendo um gás mais limpo à secagem. O defagulhador é caracterizado como uma câmara primária de partículas responsável pela decantação dos particulados.

Por definição, o defagulhador, é câmara revestida com manta e massa alta temperatura, onde ocorre a decantação primária das partículas maiores e serve para fazer a mistura de ar inicial. 

Já o sistema de filtragem redemunhadores são filtros ciclônicos axiais em que os gases fluem no sentido da tubulação, com o material sólido sendo separado pelos ciclones num movimento tangencial e as fagulhas caem pela tremonha de descarga, ou seja é o responsável por realizar a filtragem propriamente dita, tendo a função de entregar os gases quentes de melhor qualidade dentro do secador.

 

Partes acessórias excepcionais de uma fornalha

Para que o calor seja gerado para posterior secagem de grãos e outros produtos, o sistema associado às fornalhas é composto basicamente por três partes.

A primeira parte é aquela destinada à alimentação de cavacos (ou qualquer outra forma de biomassa), ou seja, é uma câmara que recebe a matéria-prima a ser queimada. A parte 2 é a fornalha em si, responsável pela combustão e que gera gases à 900 a 950ºC.

Em seguida, há uma terceira parte, que é uma espécie de câmara de decantação primária das partículas, essa conhecida como defagulhador/misturador. Além de decantar as partículas, ela ajuda a baixar a temperatura destas.

Associado à terceira parte, há ainda o sistema de filtragem redemunhador do particulado. Esse sistema é responsável por entregar os gases quentes na entrada do secador com o mínimo de impurezas e sem partículas ou fagulhas acesas, evitando que possam causar incêndios.

Sistemas de filtragem redemunhador: aplicações e facilidades

Como já dissemos anteriormente, quando comparado ao defagulhador, o sistema de filtragem redemunhador tem maior importância, pois é o verdadeiro responsável pela filtragem dos gases quentes. Ele apresenta basicamente duas aplicações bastante importantes.

A primeira e mais comum aplicação é seu uso na secagem de grãos ou produtos onde não possa haver qualquer contaminação por partículas, oferecendo um gás mais limpo e livre de impurezas. Uma segunda aplicação é para produtos alimentícios que não podem ter nenhum tipo de contaminação por material particulado.

Além disso, esse sistema de filtragem vem sendo amplamente adotado na indústria, pois substitui totalmente aquelas construções de alvenaria, por ser um equipamento totalmente metálico.

Entre as principais vantagens, esse sistema redemunhador apresenta:

  • Tem baixo investimento em bases civis;
  • Requer menos manutenção, pois é construído de forma metálica;
  • Auxilia na proteção contra faíscas, evitando ocorrências de incêndios;
  • Mais eficiente que os tradicionais realizados em alvenaria.

 

Gostou? Aproveite e conheça o blog da Imtab.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por que a secagem de areia com fornalha a biomassa é uma ótima opção?

A areia é um elemento fundamental na construção civil, usada do início ao fim da grande maioria das obras. A areia nada mais é do que a parte miúda, resultante da deterioração de rochas causada por processos naturais ou por meio de processos mecanizados. Porém, para...

Entenda como funciona um secador de erva-mate

A erva-mate é uma tradição milenar, sendo consumida por muitos povos indígenas, mesmo antes da chegada dos europeus às Américas. Mas, diferentemente dos nossos ancestrais, o setor ervateiro evoluiu muito diante da alta competitividade, principalmente com o...

Saiba tudo sobre o processo de secagem de tijolos na indústria cerâmica

Na indústria cerâmica, a secagem representa uma das etapas mais importantes para melhorar a qualidade final dos produtos. Essa medida, quando realizada de forma eficiente, assertiva e com equipamentos certos, pode se transformar em um importante diferencial...

Entenda sobre o processo de secagem de fertilizantes organominerais

Não é novidade que a agricultura representa uma das bases mais importantes da economia brasileira e isso já vem de décadas de muito trabalho e avanços, que culminam em aumento da produtividade agrícola, que tiveram nos fertilizantes organominerais um dos atores...

Sapeco da erva-mate: Conheça as formas mais eficientes

O consumo de erva-mate tem uma tradição milenar. Mas, os setores produtivos dentro do setor ervateiro se desenvolveram ao longo dos séculos, tanto que hoje o processo de pré-secagem, também conhecido como sapeco da erva mate, evoluiu muito. O sapeco da erva-mate deve...

Veja como otimizar a secagem de fertilizantes na sua indústria

O Brasil é conhecido como um dos grandes produtores de fertilizantes, mas mesmo assim, há a constante necessidade de elevar a produção para atender à crescente demanda da agricultura nacional. Neste contexto, o processo de secagem de fertilizantes apresenta grande...

Secagem de grãos: vantagens do cavaco como combustível

O processo de secagem de grãos, seguido do correto armazenamento, são fatores essenciais para melhorar a produção, pois ajudam a evitar perdas após a colheita. Essa é uma preocupação constante, pois, em boa parte dos casos, os grãos são colhidos com teor de umidade...

Secagem de serragem: conheça a fornalha ideal

A preocupação com a sustentabilidade cresce a cada ano, e isso vem exigindo processos mais eficientes e econômicos de queima para geração energética. Neste cenário, a secagem de serragem, cavaco ou maravalha representa uma das etapas mais importantes para a produção...

Saiba mais sobre a fornalha com sistema defagulhador e redemunhador

Para a conservação de muitos produtos após a colheita, a secagem é uma operação imprescindível. Ela ocorre a partir do aquecimento do ar utilizado nas operações de secagem que provém da energia térmica produzida pela queima de biomassa que ocorre em uma fornalha...

Fornalha de gás quente: vantagens para secagem de produtos agrícolas

A secagem é uma das etapas da pós-colheita e pré-processamento de produtos agrícolas mais importantes. Ela tem por finalidade retirar parte da água neles contida. No caso da secagem artificial, regularmente a agroindústria faz uso de uma fornalha de gás quente. Toda...

Acompanhe-nos nas redes sociais!