Por que a secagem de areia com fornalha a biomassa é uma ótima opção?

2 jun, 2021 | Fornalha, Processo de secagem, Secagem de grãos | 0 Comentários

A areia é um elemento fundamental na construção civil, usada do início ao fim da grande maioria das obras.

A areia nada mais é do que a parte miúda, resultante da deterioração de rochas causada por processos naturais ou por meio de processos mecanizados. Porém, para que seja utilizada, a secagem é uma necessidade.

 

A secagem da areia com secadores rotativos

A areia é um elemento fundamental na construção civil, usada do início ao fim da grande maioria das obras.

A areia nada mais é do que a parte miúda, resultante da deterioração de rochas causada por processos naturais ou por meio de processos mecanizados. Porém, para que seja utilizada, a secagem é uma necessidade.

Em ambientes industriais, a secagem da areia visa a redução da umidade até porcentagens desejadas. Esse processo depende da utilização de equipamentos conhecidos como secadores rotativos, cuja função principal é a de diminuição da umidade dos materiais.

No secador rotativo o produto é transportado por meio de superfícies que dissipam o calor, conhecidas como aletas. Podem ser contra ou a favor da corrente de ar que há dentro do cilindro.

Mas para oferecer calor ao secador rotativo, há também a necessidade de uso de fornalhas. Estas são responsáveis por queimar diferentes combustíveis para gerar calor e oferecer ao secador.

Porém, a utilização racional da energia na secagem da areia, de modo a contribuir com a economia de combustível e redução dos custos de secagem, é uma necessidade recorrente, principalmente para aqueles produtos de menor valor comercial é uma necessidade no setor.

Para isso, a união do secador rotativo com a fornalha a biomassa, em substituição ao gás natural ou GLP, representa uma estratégia atual bastante importante, principalmente para manter a qualidade da secagem e oferecer maior economia ao processo de secagem da areia.

 

A importância da secagem da areia na construção civil

Assim como a rocha britada, a areia é um dos agregados utilizados na indústria da construção civil, representando os insumos minerais mais consumidos no mundo.

Prova dessa importância é o concreto, considerado como produto básico da indústria da construção civil. Ele utiliza em média por metro cúbico, 42% de agregado graúdo (brita), 40% da areia, 10% de cimento, 7% de água e 1% de aditivos químicos.

Estes dados mostram o quanto é importante a utilização de uma areia de qualidade para o uso em concreto estrutural. Porém, por serem produtos de baixo valor unitário, o custo do transporte encarece o preço para o consumidor final e muitas vezes, a escolha por preço pode significar uma compra de um material extraído com qualidade duvidosa.

Assim, entre as propriedades do concreto, é preciso demandar atenção especial quanto à granulometria e principalmente a umidade da areia, sendo este último fator muito relevante.

A falta de atenção com o teor de água presente na areia pode levar à perda de resistência do concreto e prejudicar a permeabilidade do material, implicando em diversas patologias e em casos mais sérios podendo colocar em risco a durabilidade da estrutura.

Para evitar tais problemas, a areia precisa passar por um processo de secagem específico. Este processo é responsável pela redução da umidade da areia, até que ela atinja patamares aceitáveis.

 

Secador rotativo de areia: secagem uniforme e eficaz

O secador rotativo industrial é um equipamento utilizado na pré-secagem e secagem dos mais diferentes produtos, com a areia sendo um deles.

Estes equipamentos funcionam mediante um tambor rotativo do tipo com eixo horizontal. Dentro dele estão montados vários tipos de pás; de rebatimento, de avanço e de alto rendimento. Elas favorecem a troca térmica entre os gases quentes e o material a ser submetido à secagem, caso da areia.

Os gases quentes são gerados pela conversão do combustível em energia. Esse processo se dá em fornalhas e queimadores especiais, responsáveis pela queima de diferentes combustíveis.

Estes secadores trabalham em “contracorrente”, ou seja, o fluxo dos gases quentes é contrário à direção de avanço do material a ser seco, o que aumenta o rendimento térmico do processo.

No caso da areia, o material entra com os gases quentes no interior do equipamento sendo rebatido continuamente, o que favorece a secagem. As pás especiais se encarregam de fazer o material avançar até a boca de descarga, enquanto que o material leve é transportado pelo fluxo dos gases.

Diante disso, o secador rotativo de areia, muito conhecido em diversos setores da indústria, é um equipamento extremamente confiável, eficiente e que apresenta baixo índice de manutenção.

Porém, há uma necessidade de aliar essa maior confiabilidade do secador a um equipamento que permita redução no consumo de energia, tendo na substituição do combustível da fornalha uma excelente estratégia na promoção da secagem da areia.

 

Por que ter fornalhas a biomassa para secagem da areia

Na atualidade, o objetivo de indústrias é o de construir sistemas mais racionais de energia na secagem da areia de modo a contribuir, de maneira ecológica, para a economia de combustível e, obviamente, para a redução dos custos de secagem. principalmente da areia, que tem menor valor comercial.

Adicionado a isso, alerta-se para elevação no preço de diversas fontes de energia para a secagem da areia, caso do GLP e do gás natural, com isso devendo representar uma preocupação dentro do setor.

Dessa forma, o entendimento e o manejo correto de um sistema para o aquecimento do ar, que seja bem projetado, começam a fazer com que indústrias deixem de utilizar fornalhas a GLP ou gás natural que apresentam elevado consumo e custo por fornalhas a biomassa.

A fornalha para queima de biomassa é uma excelente opção para substituir a matriz energética da fornalha, principalmente por ser capaz de regular o aquecimento direto e indireto do ar. Quando comparado com outros combustíveis, a biomassa apresenta uma relação de custo e benefício bastante positiva.

Prova disso é que estudos técnicos indicam que o valor de operação com fornalha a biomassa é cerca de 1/3 do custo adotado em uma operação a gás.

Portanto, se a indústria precisa realizar a secagem de areia com o melhor custo benefício, ela precisa pensar na troca da fornalha abastecida com gás natural ou GLP por uma, a biomassa.

Por meio deste equipamento, o setor pode conquistar resultados altamente satisfatórios na secagem de areia tanto do ponto de vista produtivo quanto do ponto de vista econômico.

 

Para saber mais sobre as fornalhas à biomassa na secagem da areia, te convidamos a conhecer nossa fornalha a gás quente Hércules.

[Catálogo] Baixe nosso catálogo e conheça os equipamentos IMTAB | Baixar Catálogo | IMTAB

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

4 + 10 =

Entenda a aplicação da fornalha na torrefação do café

O Brasil é mundialmente conhecido como o maior produtor mundial de café. A produção cafeeira no ano de 2020 foi estimada em 63,08 milhões de sacas colhidas, segundo dados da CONAB. Além disso, temos cerca de 1,5 mil empresas atuam na torrefação do café brasileiro,...

Aquecedor de fluido térmico: Entenda para que serve esse equipamento

Amplamente utilizado em processos industriais que requerem alta temperatura, o aquecedor de fluido térmico é um equipamento que ganha cada vez mais notoriedade em muitas indústrias. Basicamente, este equipamento é o coração de um sistema de aquecimento de fluido...

Substituição de gás natural por biomassa: Entenda porque fazer

Muitas empresas já optaram por realizar a substituição da matriz energética, deixando o gás natural para o lado e começando a fazer uso da biomassa na sua geração energética.  Mas quais são essas razões? Por que a empresa deve optar pela biomassa em substituição ao...

Por que a secagem de areia com fornalha a biomassa é uma ótima opção?

A areia é um elemento fundamental na construção civil, usada do início ao fim da grande maioria das obras. A areia nada mais é do que a parte miúda, resultante da deterioração de rochas causada por processos naturais ou por meio de processos mecanizados. Porém, para...

Entenda como funciona um secador de erva-mate

A erva-mate é uma tradição milenar, sendo consumida por muitos povos indígenas, mesmo antes da chegada dos europeus às Américas. Mas, diferentemente dos nossos ancestrais, o setor ervateiro evoluiu muito diante da alta competitividade, principalmente com o...

Saiba tudo sobre o processo de secagem de tijolos na indústria cerâmica

Na indústria cerâmica, a secagem representa uma das etapas mais importantes para melhorar a qualidade final dos produtos. Essa medida, quando realizada de forma eficiente, assertiva e com equipamentos certos, pode se transformar em um importante diferencial...

Entenda sobre o processo de secagem de fertilizantes organominerais

Não é novidade que a agricultura representa uma das bases mais importantes da economia brasileira e isso já vem de décadas de muito trabalho e avanços, que culminam em aumento da produtividade agrícola, que tiveram nos fertilizantes organominerais um dos atores...

Sapeco da erva-mate: Conheça as formas mais eficientes

O consumo de erva-mate tem uma tradição milenar. Mas, os setores produtivos dentro do setor ervateiro se desenvolveram ao longo dos séculos, tanto que hoje o processo de pré-secagem, também conhecido como sapeco da erva mate, evoluiu muito. O sapeco da erva-mate deve...

Veja como otimizar a secagem de fertilizantes na sua indústria

O Brasil é conhecido como um dos grandes produtores de fertilizantes, mas mesmo assim, há a constante necessidade de elevar a produção para atender à crescente demanda da agricultura nacional. Neste contexto, o processo de secagem de fertilizantes apresenta grande...

Secagem de grãos: vantagens do cavaco como combustível

O processo de secagem de grãos, seguido do correto armazenamento, são fatores essenciais para melhorar a produção, pois ajudam a evitar perdas após a colheita. Essa é uma preocupação constante, pois, em boa parte dos casos, os grãos são colhidos com teor de umidade...

Acompanhe-nos nas redes sociais!