Secagem indireta de grãos: Conheça os benefícios desse método

21 jul, 2020 | Secagem de grãos, Secagem indireta de grãos | 2 Comentários

Na produção de grãos, os processos de secagem são os maiores responsáveis por manter a qualidade fisiológica dos grãos durante o armazenamento. Neste sentido, a secagem indireta de grãos é uma das melhores estratégias para garantir a máxima qualidade do produto.

Caracterizado como sendo um processo artificial que retira a umidade do produto, a secagem indireta de grãos se torna ainda mais essencial para secar grandes quantidades, como é o caso da produção brasileira de soja.

Mas, os processos de secagem indireta de grãos têm uma importância ainda maior na qualidade destes grãos, fato esse que induz sua adoção por muitos agricultores. Para conhecer esses benefícios, conheça nosso artigo de hoje.

Por que secar grãos por meio de métodos artificiais?

Logo após a colheita, a umidade de sementes e grãos normalmente é elevada. A manutenção dessa umidade mais alta por muito tempo contribui para acelerar o processo de deterioração em função das atividades metabólicas, do consumo de reservas, liberação de energia e, por conseguinte, diminuição da sanidade e da qualidade das mesmas.

Para solucionar isso, agricultores optam pela secagem de grãos, caracterizada como uma operação que visa reduzir o teor de umidade do produto, até que ele atinja um nível adequado para a sua estocagem sem perder a qualidade.

Para realizar essa secagem, podem ser adotados métodos naturais ou artificiais. Porém, para grandes massas de grãos o uso de equipamentos sacadores (secagem artificial) é a forma mais eficaz de secagem.

Estes secadores serão responsáveis por aumentar a velocidade do processo de secagem, proporcionando um fluxo de ar aquecido num ambiente fechado, cuja umidade e velocidade do ar são controlados constantemente.

Princípios da secagem indireta de grãos

A secagem de grãos um processo que ocorre de acordo com as propriedades higroscópicas. Nessas propriedades o fluxo de vapor de água ocorre no sentido da maior para a menor pressão parcial de vapor.

Dessa forma, o aquecimento do ar realizado pela secagem artificial determina a redução da umidade relativa e o consequente aumento do potencial de retenção de água. A secagem de sementes, mediante convecção forçada do ar aquecido, estabelece dois processos que ocorrem simultaneamente:

  • Transferência da água superficial das sementes para o ar; e
  • Movimento de água do interior para a superfície das sementes, decorrente do gradiente hídrico entre essas duas regiões

Neste contexto, investir em secagem representa um processo bastante importante para acelerar o processo e garantir a manutenção da qualidade dos grãos, refletindo diretamente na alta rentabilidade.

Importância da secagem indireta de grãos

A secagem indireta de grãos é, no atual momento, um dos grandes aliados para agricultores.

Para essa secagem são adotados o que chamamos de secadores, neles a energia térmica dos gases provenientes da combustão será encaminhada a um trocador de calor, que tem a finalidade de aquecer, indiretamente, o ar de secagem ou uma segunda substância, como, por exemplo, uma caldeira geradora de vapor.

Estes secadores com aquecimento indireto destinam-se a produtos agrícolas que requerem temperatura mais controlada – porém que não seja muito alta durante a secagem – Esse é o caso da secagem de sementes e café cereja descascado.

Esse processo apresenta ainda algumas vantagens importantes, tais como:

  • Permite uma secagem muito mais limpa (sem gás contaminante);
  • Resulta em economia de combustível (+/- 20%);
  • Melhor eficiência no controle da temperatura;
  • Possibilita melhor eficiência na combustão;
  • O risco de incêndio será eliminado.

Benefícios da secagem indireta de grãos no quesito qualidade

Como já foi salientado, a secagem indireta de grãos é um processo tecnológico de grande importância para a produção de sementes e grãos de alta qualidade, pois permite, dentre outros fatores;

  • Redução do teor de umidade (água) em níveis mais adequados para o armazenamento;
  • Preserva as sementes de alterações físicas e químicas, impedindo que o excesso de umidade induza essas alterações;
  • Torna possível a manutenção da qualidade inicial durante o armazenamento, possibilitando colheitas mais próximas da maturidade fisiológica.

Por fim, quando realizada corretamente, a secagem indireta de grãos trará efeitos bastante benéficos para todo o armazenamento dos grãos, permitindo que esse processo seja realizado com muito mais eficiência, economia e segurança.

Esse processo também contribui com a menor ocorrência de pragas, além da redução do risco de problemas qualitativos e quantitativos.

Gostou? Então aproveite e conheça a linha de produtos da Imtab.

2 Comentários

    • Imtab

      Ficamos felizes em saber que gostou desse material.
      Continue acompanhando nosso blog para ler mais conteúdos como esse.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2 + 9 =

Saiba mais sobre o aquecedor de fluido térmico com aquecimento direto e indireto

Fluidos térmicos são compostos utilizados em inúmeras etapas e processos dentro da indústria. Eles podem ser fabricados de diversos tipos de materiais, dependendo da finalidade de uso. Mas, para que os fluidos atinjam a temperatura desejada, o aquecedor de fluido...

Principais vantagens do aquecedor de fluido térmico que você deve conhecer

O aquecedor é apenas uma parte de um circuito fechado de um sistema de fluido térmico. Neste sistema, um fluido específico (óleo) recebe energia térmica em um aquecedor e consequentemente tem sua temperatura elevada. Esse fluido é bombeado para os pontos de...

Entenda a aplicação da fornalha na torrefação do café

O Brasil é mundialmente conhecido como o maior produtor mundial de café. A produção cafeeira no ano de 2020 foi estimada em 63,08 milhões de sacas colhidas, segundo dados da CONAB. Além disso, temos cerca de 1,5 mil empresas atuam na torrefação do café brasileiro,...

Aquecedor de fluido térmico: Entenda para que serve esse equipamento

Amplamente utilizado em processos industriais que requerem alta temperatura, o aquecedor de fluido térmico é um equipamento que ganha cada vez mais notoriedade em muitas indústrias. Basicamente, este equipamento é o coração de um sistema de aquecimento de fluido...

Substituição de gás natural por biomassa: Entenda porque fazer

Muitas empresas já optaram por realizar a substituição da matriz energética, deixando o gás natural para o lado e começando a fazer uso da biomassa na sua geração energética.  Mas quais são essas razões? Por que a empresa deve optar pela biomassa em substituição ao...

Por que a secagem de areia com fornalha a biomassa é uma ótima opção?

A areia é um elemento fundamental na construção civil, usada do início ao fim da grande maioria das obras. A areia nada mais é do que a parte miúda, resultante da deterioração de rochas causada por processos naturais ou por meio de processos mecanizados. Porém, para...

Entenda como funciona um secador de erva-mate

A erva-mate é uma tradição milenar, sendo consumida por muitos povos indígenas, mesmo antes da chegada dos europeus às Américas. Mas, diferentemente dos nossos ancestrais, o setor ervateiro evoluiu muito diante da alta competitividade, principalmente com o...

Saiba tudo sobre o processo de secagem de tijolos na indústria cerâmica

Na indústria cerâmica, a secagem representa uma das etapas mais importantes para melhorar a qualidade final dos produtos. Essa medida, quando realizada de forma eficiente, assertiva e com equipamentos certos, pode se transformar em um importante diferencial...

Entenda sobre o processo de secagem de fertilizantes organominerais

Não é novidade que a agricultura representa uma das bases mais importantes da economia brasileira e isso já vem de décadas de muito trabalho e avanços, que culminam em aumento da produtividade agrícola, que tiveram nos fertilizantes organominerais um dos atores...

Sapeco da erva-mate: Conheça as formas mais eficientes

O consumo de erva-mate tem uma tradição milenar. Mas, os setores produtivos dentro do setor ervateiro se desenvolveram ao longo dos séculos, tanto que hoje o processo de pré-secagem, também conhecido como sapeco da erva mate, evoluiu muito. O sapeco da erva-mate deve...

Acompanhe-nos nas redes sociais!